Cadillac 1932 Sixteen

Photo by Douglas Wilkinson.

1932 Cadillac Sixteen All Weather Phaeton.
Carro fabricado especialmente para o Salão do Automóvel de Montreal, foi especificamente pintado com um chassi de cor clara e corpo escuro. Outras características especiais foram os pneus Blackwall e discos  das rodas pintados.

Breve história.
Cadillac, é uma marca de automóveis de luxo pertencente à General Motors. Sua atuação abrange mais de 50 países e territórios, sendo seu principal mercado o norte-americano.
Fundada em 1902 como Cadillac Automobile Company, foi comprada pela General Motors e trinta anos depois já havia se tornado um símbolo de alto padrão.

A marca Cadillac tornou-se pioneira em diversas tecnologias automotivas tais como os carros totalmente fechados e a partida automática em substituição às antigas e desconfortáveis manivelas. Durante a Primeira Guerra Mundial, produziu motores aeronáuticos com grande desenvolvimento técnico e à sua fabricação dedicou 100% de sua capacidade produtiva.


No ano de 1924 a empresa oferecia uma grande quantidade de cores e pinturas cromadas, enquanto as outras montadoras somente ofereciam a cor preta. Em 1927 a montadora inova mais uma vez ao se tornar a primeira empresa do setor a utilizar um designer, Harley Earl, ao invés de um engenheiro, para projetar a carroceria de seus carros. No ano seguinte, a General Motors também incorporou duas grandes empresas que produziam carrocerias exclusivas Cadillac, a Fisher e a Fleetwood, o que contribuiu bastante para o aprimoramento da linha de automóveis da marca. Na verdade os métodos de precisão criados por Leland, associados ao pioneirismo no uso de tecnologias de ponta criou uma imagem de qualidade e confiabilidade. Um outro fator que muito contribuiu para aumentar o prestígio da marca foi o fato dela ter se tornado a preferida pela emergente classe artística de Hollywood dos anos 20 em diante. A imagem de artistas dessa época como Clara Bow, Willian Boyd, Joan Crowford, Dolores Del Rio e Marlene Dietrich, circulando em automóveis Cadillac nas estreias de seus filmes, acabaram emprestando à marca muito do 'glamour' da Hollywood da época. Também adotaram os modelos da marca os chefes de estado, membros da nobreza, magnatas, artistas de outras áreas e intelectuais renomados.

Fonte do texto, Wikipédia.

Cadillac 1932 Phaeton, frente.

  Cadillac Phaeton. Photo by A. Hazelaar.

1932 Cadillac V16 452B, especificações:

Motor                                frente do carro;
Produção de série           1930 - 1937;
Técnica                             Fleetwood, Fischer;
Peso                                  2.297,45 kg.;
Velocidade                       145 km/hora;
Motor                               V16 com 7.407 cc;
Potência                           165 HP.

Motor V16. Photo by Herranderssvensson.
Fonte, Wikimedia.





1932 Cadillac V-16 452B Fleetwood Madame X Sedan. Photo by conceptcarz.

O Cadillac V-16 Phaeton - 1932, foi o último símbolo de sucesso dos anos 30. Hoje, é um dos mais procurados pelos colecionadores.

É uma 'pintura' de carro!

Comentários

  1. olá!!!!!Procurei no google por "Madame X",pois lí um romance, deste de banca de revista de nome : A Misteriosa Madame X. já havia lido ele umas 5x quando fiz faculdade aos 20poucos anos, de tanto que gostava da história.o tempo passou mais de 25anos e na época mandei encadernar tds meus romances na esperança de 1 biblioteca q nunca saiu.Estes dias,lembrei da história do carro Madame X e lí novamente a gostosa e curiosa história de 1 pai q deixa 1 destes p/ a filha e ela vai levar ao"Meadow Brook Concours d'Elegance em Michigan,EUA.Nestes tempos tds desenvolví um gosto curioso de colecionar fuscas e ir aos diversos encontros de carros antigos do nosso Brasil.Tenho 1 blog tbem: dicasparasairdadepressao.blogspot.com entre por lá,siga-nos,é simples de tdu, a função dele é ajudar pessoas a sair da depressaão e sorrir como eu consegui fazer,quero q tds consigam.Achei que gostaria de saber do romance.É pitoresco e light. Ah, o nome da autora é Joan Smith, a editora era "nova cultural" de 1986 traduzido pra o portugues em 1987...meu Deus!Eu tinha 17anos e estava ficando noiva....kkkkk...o tempo passa...espero que tenha aproveitado o meu relato...no mais ,parabéns pelo lindo site/blog...vou seguir no face...Leila

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas