Utilidade pública?

Utilidade pública, sim!...mexe no bolso.





Novas regras e multas de trânsito alteradas pelo CONTRAN
O CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito alterou algumas regras para algumas infrações de trânsito, inclusive majorando as multas, o que já está valendo em todo o território nacional.



Basicamente, as novas regras são as seguinte:


1 – A carteira só pode ser renovada durante o prazo de, no máximo, 30 dias, após o vencimento da mesma.


Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente, e o condutor  será obrigado a prestar todos os exames novamente: psicotécnico,  legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira.

'Essas alterações não foram divulgadas, e muitas pessoas vão perder a sua habilitação e terão de repetir todos os exames.'

Portanto, fiquem atentos quanto ao prazo de validade – vencimento de sua CNH. Além da multa, para tirar novamente a CNH o custo fica por volta de R$ 1.200,00, e leva de 2 a 3 meses. Ou seja, nesse período a pessoa fica impossibilitada de conduzir veículos, e se o fizer, cometerá infração gravíssíma, ensejando, inclusive, a apreensao do veículo.
As mudanças começaram a valer no dia 1º de JAN de 2012.Serão incluídos novos conteúdos, além de uma nova carga horária.
O Diário Oficial da União - DOU -, publicou em 22/11/2009, uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito - CONTRAN -, que altera as regras para quem vai tirar a carteira de motorista.

Entre as mudanças está a carga horária do curso teórico que vai passar de 30 para 45 horas aula e a do prático, de 15 para 20 horas aula. Serão incluídos novos conteúdos.






2 - Providenciar com urgência a retirada do plástico do extintor.

 'Mais uma regulamentação sem a devida divulgação!'

O extintor de fogo obrigatório do carro tem que estar livre do plástico que acompanha a embalagem.
Se um policial rodoviário parar seu carro e verificar que o extintor está protegido pelo saco plástico, ele vai te autuar – 5 pontos na carteira e mais R$ 127,50.



                                               
A matéria foi útil? Compartilhe com os amigos.

Fontes, DENATRAN/CONTRAN.
            Paulo Sérgio Coimbra.

Comentários

Postagens mais visitadas