NASA mostra aumento da temperatura global


Animação da NASA, mostra o aumento da temperatura global desde 1884.

A temperatura média da superfície terrestre em 2011 foi a mais quente desde os primeiros registros em 1880.
A NASA demonstra através do excelente deo, a tendência. 
No século 21, se situam nove dos 10 anos mais quentes do registro meteorológico moderno.


O Instituto Goddard, da NASA, para Estudos Espaciais (GISS), Nova York, lançou uma análise das temperaturas de todo o mundo em 2011, em comparação com a temperatura média global a partir de meados do século 20. A comparação mostra como a Terra continua a experimentar temperaturas mais elevadas do que as registradas há algumas décadas.


A temperatura média ao redor do mundo em 2011 foi 0,51 °C (0,92 graus F ), acima da média tomada como base, de meados do século 20.

A animação mostra a perda de gelo no polo norte e na Antártida, medida em centímetros de água entre 2003 e 2010. Estas duas regiões são cobertas com as maiores fatias de gelo do planeta e, portanto, o encolhimento das calotas polares pelo degelo acarreta a consequente elevação dos níveis dos mares.

As regiões com grande perda de gelo são indicadas com as cores azul e roxo.
As regiões vermelhas indicam as temperaturas que oscilam acima da média apresentada no período de 1952 e 1980.
As azuis indicam temperaturas abaixo da média de referência.
Assista ao vídeo,



[Publicado em 02/07/2012 por ].

No endereço da NASA, mais detalhes sobre este estudo,

Animações sobre a perda de gelo ao redor do mundo,
Perda de gelo no Himalaia,
[Credit image, © Chico Ferreira].
[Fontes, NASA | JornalCiencia].


Comentários

Postagens mais visitadas